Um outro lado da verdade sobre Como Eu Era Antes de Você



      Em função do TCC não pude ler o livro, então não sei o quão fiel o filme é a ele. As amantes dessa fofa história romântica digo que para tudo existe mais de um lado da verdade, para tudo.

     Como mulher estou cansada de filminhos como esse, a diferença entre Como Eu Era Antes de Você para 50 tons de Cinza é o sexo, de resto temos vários detalhes iguais como uma linda moça, ingênua que se apaixona por um cara milionário. No fim o cara milionária se apaixona pela mocinha e de alguma forma financeira a faz feliz para sempre.

      Algumas vai dizer "Ah Tanara, quanto ceticismo, cadê o amor nesse coração?", mas posso ser honesta com vocês e sinceramente não sonho em encontrar um cara milionário que resolva meus problemas financeiros e me faça feliz para sempre. Eu trabalho para isso.

      Acho que vocês, nós, mulheres, deveríamos querer mais. Muito mais. Deveríamos chorar por romances onde a mulher encontra um parceiro que se sinta tão feliz quanto ela ao dividir uma alegria, um parceiro que lute lado a lado pelo que acreditam e superem juntos as dificuldades.

      Achei a história boa, lições interessantes,um filme bom , mas vou usar umas das lições finais do filme para dizer o mesmo para vocês: não se acomodem na vida, muito menos esperando o príncipe rico encantado


18 Comentários

  1. achei taaaaaao fofo o filme, mas é algo a se pensar mesmo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, muito fofo <3
      É um texto mesmo para refletir, trazer outro lado da verdade literalmente! :D

      Excluir
  2. Quem não que encontrar um príncipe rico? rsrsrs

    ResponderExcluir
  3. A diferença entres os filmes é muito sexo, tipo muuuuuuuuito sexo HAHAHAH

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É como aquela frase: ou é 8 ou 80. No caso deles 0! haha

      Excluir
  4. Ah, mas é SÓ UM FILME! Pq levar pra sua realidade? É só uma histórinha, credo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os filmes influenciam muito as pessoas, eles ajudam as pessoas a refletirem e a usarem - ou não - o cérebro! No caso, o filme não é ruim, mas ele pode levar muitas meninas novas a pensarem que aquele formato de mulher pobre e namorado rico é o ideal, mas não é.

      As pessoas são influenciáveis.

      Excluir
  5. Que pena! Pelo jeito o filme não é nem um pouco fiel aí livro. Quando terminei de ler, a coisa que menos pensei era sobre dinheiro. Ela nunca quis o dinheiro dele, isso fica muito claro no livro. Ele a salvou de outra forma, assim como ela à ele. Já não sei se vou gostar de ver. Se a escolha do diretor foi focar na "história de amor", infelizmente esse filme vai ter crítica dura por parte dos leitores do livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo o que dizem ela, da história, não quer o dinheiro dele e acima eu nunca disse isso. Só acho muito chato sempre ser a mesma coisa os romances! A mulher não deve estar sempre na posição inferior como na maioria deles e este tornou-se só mais um no meio de tantos outros para mim.

      Ela não queria o dinheiro dele, só um emprego. E como característica banalizada da mulher ela, pobre, se apaixonou pelo patrão milionário. Tem mesmo que ser sempre assim? Espero que não.

      Excluir
  6. Outra coisa: acho muito leviano comparar esse livro com 50 tons! Não assisti o filme baseado nele, mas a história que deu origem ao filme em discussão aqui, não tem nada a ver com os tons de cinza.A jornada de Lu, junto com Will é interior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho leviano, mas aqui - por mim pelo menos - sua opinião é respeitada. Essa coisa de é "interior" é sempre uma boa desculpa para explicar a mulher é sempre inferior e que acha um milionário para sua vida...

      No 50 tons de cinza ela só queria uma entrevista, apaixonou-se por um milionário. No filme em questão ela só queria um emprego, apaixonou-se por um milionário. Só.

      Excluir
  7. Se vc ler a continuação ....vai ver que nada tem a ver com dinheiro ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como diz acima, eu não li nenhum dos livros em função do TCC! Vi o filme e fiz uma abordagem sobre como são agora os romances, uma receita pronta de uma mulher pobre que acha um milionário e faz toda diferença na vida dela. Temos mesmo que estar sempre nessa posição?

      O romance é lindo, fofo, mas tem sempre que ser assim? É só uma reflexão mesmo :)

      Excluir
  8. O filme peca em muitas coisas. Acho que deverias ler o livro, e há uma continuação o livro "Depois de você" que mostrará que o dinheiro que ela recebeu não fará dela a mulher bem resolvida e sem problemas financeiros. O filme faz parecer só uma caso de amor ..mas há muitas outras lições que não puderam ser mostradas no filme. Li os livros e o filme me deixou um tanto insatisfeita. Há muito mais do que uma história de amor do príncipe rico. Como por exemplo as Dignitas, eu nunca tinha ouvido falar nesse lugar e ele realmente existe no filme não deixa muito claro o que é..ao ler o livro procurei sobre o assunto e nos faz ver a vida além do que está a nossa volta.. Enfim acho que antes de julgar a história poderias ler o livro que tem muito mais que um romance superficial do filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Brendha!
      Então, não é por ser superficial ou não meu pensamento e sim por ser sempre a mesma coisa. Sempre uma mulher de classe baixa que encontra um milionário que faz toda diferença na vida dela. Eu só não li o livro em função do TCC mesmo, mas pela fama resolvi ver o filme foi uma decepção.

      As mulheres podem muito mais do que se apaixonar pelo patrão milionário e é isso que eu queria que fosse diferente, algumas pessoas se emocionam com a história - com todo direito - mas elas refletem sobre os fatos? A intenção do post é esse. A mulher tem que ser sempre a coitada? A mulher tem que ser sempre a pobre que acha um homem rico? É só uma reflexão mesmo, gostaria de ter tempo nesse momento de ler os livros :)

      Excluir
  9. Eu não vi o filme ainda, e respeito sua opinião, mas acho que você teve um certo preconceito em relação a história manjada e levou tudo para o outro lado, a história deles não tem nada haver com dinheiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história deles não tem nada a ver com dinheiro, mas é com base nele que ela acontece. Em nenhum momento eu disse que ela queria o dinheiro ou que a relação deles era baseada nisso, mas é só mais um romance onde a mulher é uma pobre que acha um milionário para mudar sua vida.

      Ela, personagem, não queria, mas foi o que aconteceu. Mais um romance com a receita infalível para mulherada se derreter.

      Excluir

O Blog TH valoriza muito seus comentários, pois assim trocamos ideias, opiniões e informações! Adoramos suas perguntas e sua participação. Seja honesto e justo, sem nunca esquecer de ser elegante e educado :D