20 agosto 2015

Mamãe de Primeira Viagem - Experiência da Gravidez e Nascimento Prematuro



     O quadro Mamãe de Primeira Viagem nasceu para poder trazer experiências de mamães reais que a cada dia descobrem novidades, ganham experiências e que tornaram-se mamães de primeira viagem! Eu, Tanara, ainda não sou mãe, mas um dia serei e quero poder aprender junto com vocês através das experiências de outras mulheres.
            Os posts, a princípio, serão semanal. Como não depende só de mim procurarei o maior número de mamães possível e se você leu esta matéria, gostou da ideia e quer colaborar entre em contato comigo!

    Imagem Ilustrativa - Créditos: Brasil Escola
          Debora, 26, é mamãe do Enzo de 4 meses. Ela contou para o Blog TH sua experiência com a gravidez e também com o parto, sensações e momentos importantes para ela!

          Deus me deu o melhor presente que ele poderia me dar que é meu filho, o nome dele é Enzo e ele está com 4 meses, toda minha vida eu gostei de criança e pensava se um dia iria ter um filho, o tempo passou e eu e meu marido decidimos ter o nosso bebê! Cada dia que passava ficava mais ansiosa e aí vem os pensamentos negativos será que posso ter um bebê? Passou alguns meses e descobri que estava grávida e foi o dia mais feliz da minha vida!

          A barriga estava pequena ainda, mas cada dia que passava eu achava que ele estava enorme, só que ele era muito pequeno e eu não sentia ele mexer. Mais uma ânsia até sentir ele mexer quando ele mexeu foi uma sensação que não sei explicar! Bom, o tempo passou e descobrimos que eu estava esperando um menino aí vem mais uma ânsia para arrumar tudo e comprar as coisas para poder esperar ele. 

         Com quase 34 semanas internei no hospital, pois estava com sangramento e me internaram por estar com dois dedos de dilatação. Me deram duas injeções porque se meu bebê resolvesse nascer ia ajudar a fortalecer os pulmões dele, passou-se quatro dias e, aparentemente, tudo ficou bem então me deram alta. No mesmo dia, à noite, comecei a sentir umas dores fortes e voltei para o hospital quando, cheguei lá e estava com seis dedos de dilatação.

          Arrumaram tudo para eu ter meu filho, meu Deus quanta ânsia, comecei a ficar com medo. Desde início da gestação eu queria muito o parto normal e Deus me concedeu essa oportunidade, consegui ganhar meu bebê normal. Dói bastante, bastante mesmo [risos], mas depois é tão bom, acho que vale tanto a pena!

          Enzo nasceu com apenas 34 semanas, e quando recebi ele em meus braços a sensação única. Eu só chorava, não conseguia falar! Meu marido ficou ao meu lado o tempo todo até o fim do parto e isso foi maravilhoso, ter uma pessoa que tu amas ali contigo te ajudando e te dando forças é muito bom. Passou-se dois dias, recebemos alta do hospital estava tudo bem com nós dois. Na amamentação foi um pouco difícil no começo, pois era dolorido, eu chorava, mas tem que ter paciência, pois tudo passa e não dói mais! No início eu andava como um zumbi, ele mamava de duas em duas horas. Sou uma mãe “chata” e não saio em dias de muito vento, me sinto preocupada e não posso ficar mais de três horas longe, pois morro de saudade.

          Depois dele ter nascido minha vida mudou completamente, meu dia é em função dele, lavando roupinhas, dando banho, dando de mamar, trocando fralda, mas não trocaria isso por nada não imagino minha vida sem meu filho!


    Você tem experiências e quer compartilhar? Envie ela para tatashhormain@hotmail.com junto com uma foto, o nome e idade da mamãe e do bebê. Assim que receber o e-mail entrarei em contato imediatamente!

0 comentários

Postar um comentário

O Blog TH valoriza muito seus comentários, pois assim trocamos ideias, opiniões e informações! Adoramos suas perguntas e sua participação. Seja honesto e justo, sem nunca esquecer de ser elegante e educado :D

0