Mamãe de Primeira Viagem - Descobrindo a Gravidez Perto do Parto





     O quadro Mamãe de Primeira Viagem nasceu para poder trazer experiências de mamães reais que a cada dia descobrem novidades, ganham experiências e que tornaram-se mamães de primeira viagem! Eu, Tanara, ainda não sou mãe, mas um dia serei e quero poder aprender junto com vocês através das experiências de outras mulheres.
     Os posts estão sendo realizados semanalmente, nas quintas-feiras. Como não depende só de mim procurarei o maior número de mamães possível e se você leu esta matéria, gostou da ideia e quer colaborar entre em contato comigo!

      Imagem Ilustrativa - Créditos: I Love Saúde

  •       Andreza Pacifico Avila, 20, é mãe do Kauandersom ,3, e compartilhou com o Blog TH uma experiência muito marcante sobre descobrir a gravidez perto do parto com apenas 16 anos.

      Quando descobri minha primeira gravidez eu fui ao médico por dores abdominais, quando comentamos com a médica sobre estar com desconfiança, por ter engordado, ela resolveu fazer um ultrassom.  Foi uma enorme surpresa, pois eu estava com sete meses e meio de gestação! Dois dias antes, pensando no assunto, comprei um teste de farmácia, porém por não acreditar nesses testes achei que estava errado, então o resultado foi realmente uma surpresa.

      Eu tinha apenas 16 anos, foi um choque, sou de Rio Grande e estava morando em Pedro Osório há uns dois anos. Estava em outra cidade, não sabia nada sobre bebês. Tive o apoio da minha ex-sogra e minha mãe mudou-se de cidade para ficar perto de mim.

      Foi uma gestação tumultuada, brigas constantes, mas quando meu filho nasceu o ato de olhar para ele fez aquele momento indescritível. Porém não ficou tudo certo como gostaria, no primeiro mês de vida ele adoeceu e fomos para o hospital em Pelotas. Ele aspirou leite para o pulmão, teve duas paradas respiratórias consecutivas e teve que ser reanimado por 30 minutos.

      Minha mãe já tinha voltado para Rio Grande então eu e minha sogra revezávamos, passamos umas três semanas em Pelotas com ele no hospital, mas felizmente no final tudo deu certo. Quando meu filho fez onze meses voltamos para Rio Grande, somente eu e ele.

      Depois de seis anos sem se ver reencontrei um amigo de infância que é meu atual marido e ele que considero o pai do meu filho, porque ele quem cria e dá amor diariamente. Meu filho hoje é um menino saudável e feliz, comemoramos cada aniversário dele como se fosse o primeiro.

      Agora estou grávida novamente e descobri que cada gravidez é diferente, nas primeiras semanas eu já sabia pelas sensações de enjoo e mesmo que já tenha cuidado do meu filho eu sei que será tudo diferente! Eu estou na minha cidade, tenho apoio da minha família e marido que me ajudou a criar meu primeiro. Agora é respirar fundo e olhar positivo para o futuro!


Você tem experiências e quer compartilhar? Envie ela para tatashhormain@hotmail.com junto com uma foto, o nome e idade da mamãe e do bebê. Assim que receber o e-mail entrarei em contato imediatamente!

0 Comentários

Postar um comentário

O Blog TH valoriza muito seus comentários, pois assim trocamos ideias, opiniões e informações! Adoramos suas perguntas e sua participação. Seja honesto e justo, sem nunca esquecer de ser elegante e educado :D