Projeto Inverno Peludo - Uma Excelente Iniciativa



      Através dos sites de redes sociais acabamos conhecendo várias pessoas, uma das pessoas que conheci foi a Nathália Furtado e o que sempre me chamou atenção no perfil dela no Facebook foi o amor pelos animais. 



      Após uma denúncia contra o lixão que tinham mais de 80 animais ela resolveu tornar-se uma protetora, começou a resgatar, castrar e doar ninhadas. Assim acabou fezendo amizades com outras protetoras e pessoas que se identificam com a causa. Por ser mais resistente a momentos extremos ela já passou por resgates difíceis e tristes, porém quase sempre são positivos. Ela não faz parte de nenhuma ONG, ajuda de coração sem nenhuma remuneração!
      Ela abrigou 23 animais resgatados das ruas e do lixão, ganhou casinhas e ajuda com a ração e foi nesse contexto de amor e acolhimento que surgiu o projeto Inverno Peludo.



Blog TH: De onde vem as doações para a concretização do projeto?
Nathália: As doações vêm das feiras de adoção de filhotes que faço, deixo uma lata exposta e quem quiser, doa. Recebi ajuda de uma colega de faculdade para pagar o primeiro abrigo, porém, vamos começar a confeccionar eles com os voluntários. Vamos comprar o material e começar as montagens. As doações estão quase paradas, são sempre as mesmas pessoas que ajudam. O total do projeto sairá cerca de 2 mil reais, o que não é caro para a proporção da ideia. Aceito doações de madeireiras, forros de madeira e plástico, telhas de zinco, etc. Qualquer doação em dinheiro é muito bem-vinda, assim como a reserva de material em qualquer estabelecimento em meu nome. estou disponível diariamente no Facebook e a disposição de interessados.


      Gostaria de parabenizar ela por essa iniciativa incrível, que essa causa enobreça muitos corações e que as pessoas de má fé passem bem longe <3

Quer fazer uma doação?  Entre em contato com o perfil Nathália Furtado!




1 Comentários

  1. Nossa, que genial esse projeto! Tento sempre fornecer algum tipo de auxílio aos dogs aqui da minha cidade que são/estão abandonados pelas ruas, colocando uma tigela com ração e outra com água na frente da minha casa. Tenho uma chow chow e por isso acabo não adotando outros cães, por medo da reação dela, mas sempre indico para quem pode.
    Beijos Tanara!

    ResponderExcluir

O Blog TH valoriza muito seus comentários, pois assim trocamos ideias, opiniões e informações! Adoramos suas perguntas e sua participação. Seja honesto e justo, sem nunca esquecer de ser elegante e educado :D